Tecnologia estimula microempreendedorismo em Sergipe

Postado em - 13 de fevereiro de 2019 - 15:36 - Sem Comentários

O uso de cartão de crédito tem se popularizado e hoje é possível realizar a transação até pelo celular

Tecnologia estimula microempreendedorismo em Sergipe

Foto:Ascom/Serveloja

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Sergipe fechou 2018 com mais de 180 mil pessoas desempregadas. Um número alto, que representa 17,5% na taxa de desocupação. Um cenário que leva o sergipano a buscar alternativas para sair da ociosidade.

Ainda de acordo com o IBGE, a cada quatro pessoas que estão exercendo atividade remunerada, pelo menos uma é autônoma, ou seja, trabalha por conta própria. O que se confirma nas ruas, que estão, cada vez mais, preenchidas por profissionais liberais, que vêm no negócio individual a oportunidade de pagar as contas e sair do desemprego.

Diante do cenário apresentado, empresas aracajuanas estão se especializando em atender às necessidades desse público específico. Hoje, qualquer microempreendedor pode comercializar seus produtos no cartão de crédito sem nenhuma dificuldade.

“O cálculo é bem simples. Hoje, 72% dos brasileiros possuem cartão de crédito e 63% da população é economicamente ativa. A máquina de cartão de crédito vem como ferramenta de prospecção para o microempreendedor abocanhar uma parcela dessa movimentação do mercado e alavancar suas vendas. Isso vale do vendedor de frutas ao dono de mercadinho, a solução é bem democrática”, Luciano Maynard, sócio-diretor da Serveloja.

Marcos Freire vende frutas nos calçadões da capital há mais de 20 anos. Depois que ele descobriu a máquina de cartão de crédito, não abre mão da facilidade. “Quando eu coloquei o banner da ‘maquininha’ na banca, passei a perceber que as mesmas pessoas que passavam todos os dias pela minha banca e não paravam, hoje são meus clientes fiéis”, acredita.

Tecnologia estimula microempreendedorismo em Sergipe

Foto:Ascom/Serveloja

Aplicativo

O mercado avançou tanto que, além das “maquininhas”, outros dispositivos já estão sendo utilizados. Hoje é possível vender pelo smartphone, tablet ou computador, basta ter acesso a internet. Através do aplicativo, o vendedor pode efetuar a transação financeira no cartão, sem nenhuma dificuldade.

Além disso, ainda é possível realizar a compra sem usar o cartão e muito menos o dinheiro em espécie. Basta que o comprador também seja usuário do aplicativo e possua saldo em sua conta digital. A transferência do valor acontece dentro da própria plataforma, de uma conta para outra.

Outra novidade é o uso do QR Code, que fica exposto no estabelecimento comercial. Desde que seja usuário do aplicativo, o comprador pode aproximar o celular do código para fazer a leitura. “Depois disso, está resolvido. Basta confirmar a transação. Vale lembrar que é sem nenhum custo nenhum para ambos”, explicou Hercolys Oliveira, gerente de Marketing da Serveloja.

“O avanço no modo de pagamento tem sido muito expressivo nos últimos dois anos e nós não poderíamos ficar assistindo isso da arquibancada, é nosso papel entregar aos nossos clientes a melhor forma de vender, seja ela no tablet, smartphone ou computador”, assegurou Luciano Maynard.

Novidade até para o Marcos, que já ficou interessado na nova ferramenta. “Eu vendo na maquinha e isso já é muito bom para mim, mas eu não fazia ideia de que eu posso vender até mesmo no celular. Isso vai facilitar ainda mais as coisas”, comemorou.

Por: Ascom/Serveloja 

Deixe seu comentário!

Para: Tecnologia estimula microempreendedorismo em Sergipe


Plantão 93

Siga-nos!