O Bode do Riachão

Postado em - 1 de dezembro de 2018 - 5:19 - Sem Comentários

O bode do Riachão

O Bode Bito acompanhava todos os enterros pelas ruas da cidade. Quando morreu, foi homenageado com uma vistosa estátua. O prefeito Pedro da Lagoa (PT) resolveu tirar a estátua do caprino e, em seu lugar, colocar uma de Nossa Senhora do Amparo, padroeira da cidade. Mas, até agora não cumpriu a promessa. Tirou o bode e não colocou a Santa. O povo está revoltado e dividido, entre o bode e a padroeira. Diante do impasse, melhor é o prefeito colocar as duas estátuas e por fim nessa confusão. Antes que dê “bode”.

A farra do boi

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Canindé de São Francisco, vereador Zé Calói, as irregularidades existentes no Matadouro municipal superam, em muito, àquelas encontradas em Itabaiana e Lagarto. Pelas redes sociais, ele, de viva voz, convidou a Polícia para dar um “baculêjo” por lá. Também se prontifica a passar todos os detalhes de como o boi é “esquartejado”, apontando para onde vão a picanha, o filé e a carne de pescoço. Literalmente, Zé Calói tirou o couro do prefeito Ednaldo da Farmácia.

Dinheiro no saco

O ex-vereador de Lagarto, Xexéu, afirmou, numa rádio local, que o prefeito Valmir Monteiro (PSC) comprou uma fazenda de Edmundo, seu tio, por cerca de dois milhões de reais. O pagamento, segundo Xexéu, foi feito em dinheiro “vivo”, levado dentro de um saco.

Fazenda Atibaia

Segundo ainda o Xexéu, o prefeito não pode negar que seja o dono do imóvel pois mora lá, construiu casa de andar e reformou várias benfeitorias. Tentar negar ser o dono é querer dar uma de Lula em relação ao sítio de Atibaia, avalia o polêmico Xexéu.

Segura, peão!

O Tribunal de Contas já iniciou uma rigorosa fiscalização em todos os municípios que possuem matadouros. A ação será acompanhada pelo Ministério Público e a ordem é apurar todos os “fatos”, de fato.

Mais um

Até agora, 188 pessoas já foram presas no Rio de Janeiro, envolvidas na maior organização criminosa comandada pelo ex-governador Sérgio Cabral. Basta um pezinho para que o MPF vá fundo nas investigações. Um “pezão”, então, foi sopa no mel.

Sob nova direção

Paulo do Eirado Dias Filho está de volta à superintendência do Sebrae. No dia 10 de janeiro reassumirá o cargo em substituição a Emanuel Sobral que assumirá a Diretoria Técnica. Desde que deixou o Sebrae, Paulo do Eirado vinha respondendo pelo Senac.

Ponte escura

A Ponte Construtor João Alves que liga Aracaju à Barra dos Coqueiros, é, sem dúvida, um dos principais cartões postais da capital. Todavia, tem permanecido às escuras, por falta de melhor “visão” dos governantes. Lamentável tamanha insensibilidade.

Pau no Paulão

Os vereadores de oposição ao prefeito Paulão das Varzinhas, de Laranjeiras, estão colocando a boca no trombone. Denunciam que os povoados Cedro e Mussuca estão sem água e que a Cesta Básica distribuída pela prefeitura diminui em quantidade e qualidade.  Menos produtos e alguns até com validade vencida.

Dança das cadeiras

A vice-prefeita de Itabaianinha e deputada estadual eleita, Janier Mota (PR) ainda não sentou na cadeira da ALESE mas já trocou de lugar. Deixa a oposição e passa para a base de apoio a Belivaldo Chagas. Com isso, Zezinho Guimarães perde o já diminuto espaço que ainda tinha no Governo.

Cochilo milionário

Um apostador de São Sebastião (SP) deixou de ganhar a bagatela de R$ 22 milhões por ter perdido o prazo para retirar um prêmio, nesse valor, na Caixa Econômica. No dia 1º de setembro, ele acertou as seis dezenas do concurso 2.074, da Mega, e o prazo para pôr a mão na “bufunfa” terminou ontem, sexta 30 de novembro.

Fórum fechado

Moradores de Santa Luzia do Itanhy vão entregar ao presidente do Tribunal de Justiça, Dr. Cezário Siqueira Neto, um abaixo-assinado pedindo a reabertura do Fórum naquele município. Enquanto o povo se mobiliza, o prefeito Edson Cruz (MDB) curte a rua da Palha, sem mover uma sequer em defesa da causa.

Natal Iluminado

Ontem (sexta, 30/11) o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) comandou a abertura oficial do Natal Iluminado. O interruptor foi acionado por ele e pelo deputado federal Laércio Oliveira (PP), responsável pela parceria entre a PMA e Fecomércio que resultou na instalação de 400 mil pontos de luz para a decoração do Centro de Aracaju.

Alô Papai Noel!

Neste Natal, o bom velhinho não pode entregar, de forma alguma, produtos da Lacoste ao prefeito Edvaldo Nogueira. É que tão cedo ele quer ver Jacaré!

 

Deixe seu comentário!

Para: O Bode do Riachão


Siga-nos!