Inúmeros problemas cercam a barragem de Campo do Brito e preocupam a comunidade

Postado em - 22 de novembro de 2018 - 9:11 - 1 Comentário

A equipe de reportagem da FM Itabaiana 93,1 esteve na barragem do município de Campo do Brito nesta quarta-feira, 21, e constatou inúmeros problemas na localidade. Em Sergipte, 21 municípios já decretaram situação de emergência por conta da seca e a comunidade britense teme que o problema atinja também os moradores da região, já que o nível de água da barragem está bem abaixo da média.

Mas a falta de chuva não é a única preocupação de quem sobrevive desse reservatório de água doce. Apesar de ser uma área de proteção ambiental, no local tem ocorrido ocupação irregular de residências, construção de diversos bares, muito próximo à margem da barragem há também um acúmulo de lixo e que só é recolhido uma vez por semana por parte da prefeitura. Os proprietários dos bares reclamam que a administração municipal construiu uma caixa d’água e banheiros públicos para os visitantes, mas que não faz a limpeza. Os donos desses estabelecimentos vivem ainda em clima de guerra afim de dominar toda a área, e não encontramos nenhum policiamento nem salva-vidas, muito menos boias.

 

São conflitos e descasos que precisam urgentemente ser reparados ao redor da barragem do Brito. “A barragem está aterrando cada dia mais, o poder público tem que olhar isso aí porque ela não é só para irrigação, mas todo tipo de consumo. Tem dias que são seis caminhões puxando água para molhar estrada, se tivessem consciência iam ver que é água potável e fariam a limpeza da barragem porque daqui a quatro ou cinco anos não vai ser mais isso que está hoje. Este seria o momento ideal da limpeza porque está secando rápido, se eles fizessem a limpeza agora que está estiado seria melhor, mas o prefeito é difícil vim aqui e quando vem pouca coisa faz, chega num bar, esqueça dos outros e não vê os problemas. A barragem está sendo esquecida. Falta segurança e equipe salva-vidas constante, tudo isso tem afastado os turistas”, diz Toinho pescador.

Toinho pescador.

Como pode-se observar, o belo lugar, que tem atraído muitos turistas que usam o espaço para se banharem e praticar atividades de lazer, tem sido explorado e com pouca visão de futuro. Como forma de tentar combater as problemáticas, uma equipe da Ambientec, empresa contratada pela STCP Engenharia através do programa Águas de Sergipe da Cohidro, realiza mensalmente ações de educação ambiental para a comunidade. “Nosso papel junto a este projeto é a realização de ações de mobilização e sensibilização das comunidades e dos proprietários rurais nas localidades, onde nós teremos ações de restauração florestal. Mas, antes destas ações existirem é feito todo um levantamento da situação, da organização comunitária, de demandas, realização do plantio de árvores”, conta Valdson Costa que está na 10ª reunião de conscientização a respeito do assoreamento da barragem desde fevereiro deste ano e segue até abril de 2019.

“O Código Florestal determina que áreas de barragem devem ter 50 a 100 metros de áreas de proteção, ou seja, de mata, o que não acontece aqui com essas construções. Identificamos também um uso muito grande e indiscriminado de agrotóxico que causou problemas para os próprios agricultores em razão da ausência de EPIs e poluição da barragem, ou seja, poluição da própria água que é utilizada. Então, a gente busca fazer um trabalho de mudança de defensivos químicos para defensivos naturais ensinando a esses proprietários com metodologia de oficinas”, comenta Valdson que tenta reverter ou retardar a morte da barragem.

mansões estão sendo construídas ao redor da barragem.

Proprietário de bar briga por mais espaço, começam a construir mais de um estabelecimento e ameaça demolir o do vizinho.

 

Caixa d´água não recebe limpeza da prefeitura.

 

Tentativa de reflorestamento da área parte do governo.

 

Deixe seu comentário!

Para: Inúmeros problemas cercam a barragem de Campo do Brito e preocupam a comunidade

Um Comentário até agora.

  1. Pablicia disse:

    Um ponto muito importante foi esquecido , a pesca inadequada de alguns pescadores .
    ( O BATIMENTO DE ÁGUA )
    isso vem afetando muito a fecundação dos peixes , cada dia que se passa vemos menos peixes, com isso prejudicando ainda mais o meio ambiente..
    Inclusive pessoas que poderiam servir de exemplo faz esses atos…
    Muitos olham apanes seus direitos, seus deveres que é bom nada!!
    Muita coisa tem que ser feita , pra cuidar do nosso ambiente. .
    A comunidade local não deve só cobrar do município e sim servir de exemplo; conservando!
    A barragem é o único ponto turístico da nossa cidade, e uma das mais conceituadas do estado de segipe.
    Quero agradecer essa matéria
    pra ver se a população tem consciência desses atos..


Siga-nos!