Casa de Noca

Postado em - 21 de outubro de 2018 - 12:17 - Sem Comentários

Casa de Noca

O Instituto Federal de Sergipe (IFS), conceituada Casa de ensino profissionalizante e entidade integrante do Governo Federal, cumpre um papel muito importante na formação tecnológica dos jovens sergipanos, através dos campis espalhados em Sergipe. Todavia, como instituição de ensino, poderia, muito bem, dar a seus alunos exemplos de cidadania e lisura quanto à chamada gestão democrática que escolhe seu reitor(a) e diretores de campis, pelo voto direto da comunidade escolar. No último dia 20 de julho foi realizada a eleição para esses cargos e, somente no último dia 3 foi que o digníssimo Ministro da Educação se dignou baixar a Portaria de nomeação da reitora eleita.

Casa de Noca 2

Os cargos de reitor do IFS Sergipe e os de diretor dos campis estão sendo ocupados por nomeados “pro-tempore” uma vez que a reitora eleita e nomeada ainda não tomou posse. Como cabe a ela nomear e dar posse aos diretores eleitos, até agora, continua tudo como antes, no velho quartel de Abrantes. Após quase 90 dias depois do pleito, os diretores eleitos não sabem quando serão empossados. A falta de um calendário eleitoral definido, com datas de eleição e posse pré-determinadas, é um péssimo exemplo dado por uma instituição de ensino que deveria primar, também, pela formação cidadão do seu alunado.

Rebuliço na serra

A decisão do TRE de anular o registro da candidatura de Talysson Costa (PR), azedou, de vez, a relação entre o prefeito de Itabaiana, Valmir de Franciscquinho (PR) e a deputada estadual Maria Mendonça (PSDB). Foi dela a denúncia que motivou a cassação do candidato mais votado na última eleição, para deputado estadual.

After day

Talysson Costa já acionou os seus advogados que recorrerão da decisão junto ao TSE. Mantida a cassação, existem duas hipóteses para a sua vaga. Se os votos dados a ele foram anulados, assumirá a Assembleia o deputado Robson Viana. Caso os votos sirvam para a coligação, Jairo de Glória continuará deputado estadual. Todavia, a defesa está muito otimista em reverter o quadro, em Brasília.

Malas prontas

Os candidatos eleitos para o Congresso Nacional já estão arrumando as malas para as novas moradas. Gustinho Ribeiro, por exemplo, já se aboletou (praticamente) do gabinete e do apartamento do deputado federal André Moura, que não se elegeu senador. O gesto partiu do próprio André.

Numa boa

Depois de vários anos de uns “chega prá lá”, finalmente, o Cabo Zé e o sobrinho Luis Augusto Ribeiro fumaram o cachimbo da paz. Quase que diariamente o Cabo visita o gabinete do Conselheiro onde toma cafezinho, bebe água e dá boas risadas. Nem parece que tiveram uns “arranca-rabo”…

Calma, amigo

Tem muita gente já se atirando nos braços de Belivaldo Chagas (PSD) depois que saiu o resultado da pesquisa do IBOPE. Teve apressadinho que sequer ouviu a liderança maior e acabou queimando a largada, como se diz na fórmula um. Pulou na frente, sem pestanejar. Como se diz em Lagarto, “ Fi do cabrunco!”.

Morada nova

O deputado estadual reeleito, Zezinho Guimarães está mesmo decidido a mudar de Partido. É provável que até o Natal assine a ficha de filiação do PP, cuja sigla é comandada, em Sergipe, pelo deputado federal Laércio Oliveira.

Festa dos Buraqueiros

Pedro Xavier e Manoel de Rosinha estão rindo à toa. É que os seus candidatos a deputado foram os campeões de votos, em Porto da Folha. Pedro apoiou Zezinho Guimarães e Laércio Oliveira. Já Manoel, votou em Francisco Gaulberto e João Daniel.

Conversa fiada

É preciso muita cara de pau para um político criticar um governante pela criação de Cargos em Comissão, de forma demasiada. Isto porque, se o mesmo olhar para a gestão do seu correligionário vai ver, facilmente, que ele fez (e faz) o mesmo, sem nenhuma cerimônia. Politicamente, o macaco não olha para o rabo.

Investindo no além

A prefeitura de Maruim adquiriu uma área de terra vizinha ao cemitério local a fim de criar espaço para novos sepultamentos. A medida possibilitará a construção de novas moradias na cidade “do pé junto”.

Calminho, calminho!

Reinaldo Moura mandou, via redes sociais, um recado duro ao senador Valadares. Começando pelas do fim, o Rei pegou pesado, sem dó nem piedade. No final, disse que “estava calmo”. Imagine se estivesse chateado. Com raiva, nem pensar…

Nem um nem outro

Belivaldo Chagas nega que esteja recebendo apoio de André Moura neste segundo turno. De igual maneira, afirma que Jackson Barreto não será seu secretário, caso vença a eleição.

Pensando bem

Não dá para entender o “por que” de os políticos brigarem, na Justiça, contra “Fake News”. Logo eles, os políticos, que mentem tanto para o povo!

.

 

 

Deixe seu comentário!

Para: Casa de Noca


Siga-nos!